esquecimento-consentido
No amor ninguém pode machucar ninguém; cada um é responsável por aquilo que sente e não podemos culpar o outro por isso… Já me senti ferida quando perdi o homem por quem me apaixonei… Hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém… Essa é a verdadeira experiência de ser livre: ter a coisa mais importante do mundo sem possuí-la.
Paulo Coelho.   (via esquecimento-consentido)
esquecimento-consentido
Vivo em constante overdose: em meu corpo há felicidade ou tristeza, sem meio termo, sempre excesso. Lágrimas de alegria ou decepção, e seja lá quais forem, sempre me afogo. Vicio-me rapidamente, desde as drogas mais nocivas até o amor. E sobre o último, ouso dizer que me provoca a maior e mais inspiradora abstinência. Me inspira, pois, na falta escrevo sobre amores que não vivi, na letra cursiva crio enredo para paixões que nunca vão existir. Essa doença não possui tratamento, meu organismo rejeita o que é bom, e minhas overdoses sempre terminam sozinhas, com um pedaço de papel e caneta em mãos.
Severinar e Pulverizador. (via esquecimento-consentido)
esquecimento-consentido

esquecimento-consentido:

Andar incansavelmente procurando por todos os cantos vestígios teus. Quando a noite chega sua presença se torna mais intensa e tudo o que eu mais desejo é pegar-te no colo e aninhar-te a mim. És dessas criaturas belas e raras que a gente encontra uma vez a cada mil anos e por sorte eu há…

esquecimento-consentido
Tenho o lado que brinca, que ouve, que transborda alegria. Tenho o lado amigo, que ri junto, que conversa facilmente, que aconselha com a verdade. Tenho o lado frio, que congela o coração, que se tranca pela falta de motivos, ou pelo excesso deles. Tenho o lado estranho, que confunde a todos, que enfurece alguns, e que machuca a mim. Sou muitas coisas diferentes, em momentos diferentes. Mas, o que me entristece, é não ter capacidade de ser uma coisa só: Eu mesmo.
Junior Lima. (via esquecimento-consentido)